Obama lança ofensiva pública por pacote nos EUA

O presidente dos EUA, Barack Obama
Image caption Obama viajará a três Estados para buscar apoio popular ao pacote

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lançou nesta segunda-feira uma campanha que inclui eventos em três Estados do país para ganhar apoio popular a seu pacote de estímulo econômico de mais de US$ 800 bilhões.

Na primeira parada, na cidade de Elkhart, no Estado de Indiana, o presidente respondeu perguntas sobre a proposta e debateu com a plateia, em um evento que lembrou os de sua campanha à Presidência no ano passado.

"Nós não podemos nos dar ao luxo de esperar", disse Obama aos moradores da cidade, afetada pela onda de demissões que toma conta do país. "Não podemos assumir uma postura, ficar discutindo e recorrer às mesmas ideias fracassadas que nos puseram nesta bagunça em primeiro lugar."

Nesta segunda-feira, os senadores americanos aprovaram, por 61 votos contra 36, o fim dos debates sobre o pacote defendido por Obama, que deve ser levado a votação nesta terça-feira.

A proposta do Senado é diferente de outra aprovada anteriormente pela Câmara dos Representantes, e ambas as casas precisarão chegar a um consenso sobre o pacote antes de o plano ser sancionado pelo presidente.

Desemprego

Obama estabeleceu o dia 16 de fevereiro como data limite para aprovação do pacote e vêm fazendo declarações em público em que destaca a gravidade da crise financeira e a necessidade de agir rapidamente para evitar estragos maiores na economia americana.

Dados divulgados na semana passada indicam que quase 600 mil vagas de trabalho foram fechadas nos Estados Unidos em janeiro, elevando a taxa de desemprego para 7,6% - a mais alta em 17 anos.

Leia mais na BBC Brasil: EUA registram maior perda de empregos em 34 anos

Na terça-feira, Obama participa de outro evento em que deve promover o pacote de ajuda econômica em Fort Myers, no Estado da Flórida. No dia seguinte, o presidente participa de outro evento em Peoria, no Illinois.

Além disso, Obama realiza na noite desta segunda-feira sua primeira coletiva desde que assumiu o cargo - e, mais uma vez, a expectativa é de que o pacote de estímulo econômico seja o principal assunto a ser abordado. Veja o especial da BBC Brasil sobre a crise financeira global

Notícias relacionadas