Economia da Espanha entra oficialmente em recessão

Fila de desempregados em agência de empregos na Espanha
Image caption Desemprego atinge 3,3 milhões de pessoas na Espanha

A economia da Espanha entrou oficialmente em recessão pela primeira vez desde 1993, confirmou nesta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE) do país.

Segundo o INE, o PIB espanhol recuou 1% no último trimestre de 2008, depois de já ter registrado crescimento negativo de 0,3% no terceiro trimestre. Economistas definem recessão como um período de pelo menos dois trimestres consecutivos de retração do PIB.

No final do mês passado, o governo e o Banco Central da Espanha já haviam antecipado que a economia entraria em recessão ao divulgar uma estimativa de recuo de 1,1% no quarto trimestre e de 0,2% no terceiro trimestre de 2008.

O encolhimento de 1% do PIB no quarto trimestre de 2008 foi o maior registrado desde 1993.

Desemprego

No conjunto de 2008, o PIB espanhol cresceu 1,2%. Em 2007, o crescimento havia sido de 3,7%.

Segundo o correspondente da BBC em Madri Steve Kingstone, o principal sintoma da crise econômica na Espanha é a alta taxa de desemprego, de 13,9%. Atualmente, há 3,3 milhões de pessoas desempregadas no país.

Kingstone disse que a Espanha registrou 15 anos de crescimento ininterrupto graças, principalmente, à indústria de construção, uma das mais afetadas pela crise do último ano.

Somente no setor de construção, o desemprego dobrou nos últimos 12 meses, de acordo com o correspondente da BBC.

Notícias relacionadas