Mulher perde as unhas mais longas do mundo em acidente

Lee Redmond em 2006
Image caption Lee Redmond não cortava as unhas desde 1979

A americana Lee Redmond, a mulher com as unhas mais compridas do mundo, as quebrou em um acidente de carro ocorrido na última terça-feira.

Redmond, cujas unhas mediam juntas 8,65 metros e figuravam no Livro Guinness dos Recordes, viajava no banco de passageiros quando foi projetada para fora do veículo na hora da batida, que envolveu ainda outros três carros, em Salt Lake City, no Utah, segundo o jornal local Deseret News noticiou na sexta-feira.

A americana sofreu ferimentos graves e foi socorrida imediatamente. Mas, de acordo com a polícia e com um membro da família que falou ao jornal, ela não corre risco de vida e deve se recuperar logo.

No entanto, o site do Livro Guinness dos Recordes diz que as unhas "sofreram danos irreparáveis".

'Diferente'

Em um comunicado no site, o editor-chefe do Guinness, Craig Glenday, diz que Redmond "é uma representante fantástica da marca, tendo aparecido em vários programas de televisão em todo o mundo e promovendo nas escolas a idéia de que é bom ser diferente".

"Perder suas unhas de maneira tão terrível foi um choque para todos nós do Livro dos Recordes - elas eram parte fundamental da vida de Lee e de sua personalidade única", afirmou Glenday.

Redmond não cortava as unhas há 30 anos. A mais longa delas - a do polegar direito - media 89 cm.

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet