Obras de Renoir e Pissarro são encontradas após 20 anos

Autoridades holandesas disseram neste sábado que recuperaram oito obras de artistas importantes, incluindo Pissarro e Renoir, que estavam desaparecidas desde 1987.

As obras, que datam dos séculos 17 e 19, foram encontradas no sul do país depois de terem sido oferecidas para venda, segundo a polícia.

Os quadros haviam desaparecido da galeria de arte Maastricht e foram encontrados dobrados e seriamente danificados nas cidades de Valkenburg e Walem.

Um homem e uma mulher foram presos e comparecerão ao tribunal na segunda-feira.

"Os suspeitos aparentemente estavam tentando vender as obras de arte para a seguradora que pagou 2,27 milhões de euros (cerca de 6,7 milhões de reais) quando as pinturas desapareceram", disseram as autoridades em um comunicado.

"A investigação ainda precisa determinar onde as pinturas ficaram por mais de 20 anos."

As obras são dos artistas do século 17 David Teniers, Willem van de Velde e Jan Brueghel the Younger e também dos pintores do século 19 Eva Gonzales, Pierre-Auguste Renoir, Camille Pissarro e Paul Desire Trouillebert.