EUA derrubam aeronave espiã iraniana no Iraque

Os militares americanos no Iraque disseram nesta segunda-feira que derrubaram um avião não-tripulado de reconhecimento do Irã dentro do território iraquiano.

O incidente teria ocorrido no nordeste iraquiano, cerca de 100 km distante de Bagdá, no dia 25 de fevereiro.

Correspondentes dizem que o longo período de silêncio de americanos, iraquianos e iranianos sobre o ocorrido sugere a gravidade do incidente.

Nem o Irã ou o Iraque comentaram oficialmente o ocorrido, mas um militar iraquiano sugeriu que a nave espiã iraniana pode ter entrado por engano no Iraque, já que estava apenas 10 km dentro do território do país.

Ababil

Mas um porta-voz militar americano disse que "isso (a entrada da nave em território iraquiano) não foi acidente da parte dos iranianos".

O coronel Mark Ballesteros disse que os pilotos americanos receberam ordens de derrubar a nave após a constatação de que não existiriam "problemas colaterais".

Ele disse que a nave abatida foi um Ababil 3. As forças israelenses abateram várias Ababils pertencentes ao Hezbollah durante o conflito de 2006.

Desde a administração de George W. Bush os EUA acusam o Irã de contribuir para o aumento da violência no Iraque, acusação que os iranianos negam.

O atual presidente americano, Barack Obama, disse estar disposto a iniciar o diálogo com os iranianos em uma série de assuntos.

Apesar de Irã e Iraque terem lutado uma violenta guerra nos anos 1980, o relacionamento entre o governo do xiita Nuri al-Maliki e o Irã são consideradas relativamente boas.

Notícias relacionadas