Em Londres, Lula cobra maturidade de líderes do G20

Lula em Paris. Foto: Ricardo Stuckert/PR
Image caption Lula viajou pela primeira vez no trem que cruza o Canal da Mancha

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou nesta quarta-feira maturidade dos líderes do G20 para que seja encontrada uma saída para a crise financeira global.

Lula fez a declaração ao chegar a Londres, onde participa nesta quinta-feira da cúpula do G20, em que a turbulência econômica internacional deve ser o principal tópico de discussões.

"A única coisa que espero é que os presidentes aqui reunidos tenham maturidade suficiente para compreender que cada dia que passa sem a solução da crise, mais gente vai sofrer", disse o presidente.

"Todo mundo sabe o que tem que se fazer. É (preciso) apenas ter coragem para fazer o que precisamos fazer."

Ponto em comum

Lula chegou a Londres a bordo do Eurostar, o serviço de trem que liga Londres a Paris, passando por baixo do Canal da Mancha. Foi a primeira viagem do presidente brasileiro no trem, que cobre o percurso em cerca de 2h30.

Na capital francesa, em uma reunião com o presidente Nicolas Sarkozy, Lula disse que os países ricos devem assumir responsabilidade pela normalização das instituições financeiras.

Leia mais na BBC Brasil sobre a passagem de Lula pela capital francesa

O presidente não quis adiantar detalhes sobre a posição a ser adotada pelo Brasil na cúpula. "Amanhã, vocês vão saber", disse.

O chanceler Celso Amorim, que acompanha Lula na viagem, ressaltou que os líderes estão chegando ao encontro com propostas diferentes e que o importante é encontrar um ponto em comum entre elas.

Na noite desta quarta-feira, juntamente com outros chefes de Estado, Lula tem um encontro com a rainha Elizabeth 2ª e participa de um jantar com o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, no centro de Londres.

Notícias relacionadas