Berlusconi fala ao celular e atrasa cúpula da Otan

Silvio Berlusconi
Image caption Italiano deixou Angela Merkel esperando no tapete vermelho

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, atrasou o início da cúpula da aliança militar da Otan, em Estrasburgo, na França, por falar ao telefone celular.

A chanceler alemã, Angela Merkel, que é uma das anfitriãs do evento, esperou pelo italiano no tapete vermelho que conduzia à entrada do prédio onde está sendo realizada a cúpula, enquanto Berlusconi falava ao telefone.

Enquanto isso, ela foi recebendo outros líderes. Após alguns minutos, Merkel desistiu e deu início à cúpula sem o italiano.

Uma fonte do governo italiano disse que Berlusconi estava falando com pessoas da delegação turca, tentando resolver o impasse da cúpula sobre a indicação do próximo secretário-geral da Otan.

Berlusconi é conhecido internacionalmente por suas gafes.

Na última semana, durante o encontro do G20 em Londres, houve especulação de que a Rainha Elizabeth 2ª teria se irritado com o italiano durante uma foto dos líderes ao lado da monarca. Após a foto, Berlusconi gritou "Sr. Obama" ao cumprimentar o presidente americano, supostamente irritando a rainha.

No ano passado, Berlusconi foi flagrado escondendo-se atrás de uma pilastra, para evitar ser visto pela chanceler alemã, durante uma cúpula em Trieste.

Berlusconi também já foi criticado por criticado por dizer que Barack Obama era "jovem, bonito e bronzeado". O premiê italiano rebateu seus críticos, dizendo que eles eram "imbecis sem senso de humor".

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet