Prefeito de NY confirma oito casos de gripe suína na cidade

Porcos
Image caption A greipe suína já infectou mais de 15 pessoas nos Estados Unidos

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, confirmou neste domingo que oito estudantes de uma escola de ensino médio da cidade estão infectados com o vírus da gripe suína

Bloomberg disse que cem alunos da St.Francis Preparatory School, que fica no bairro do Queens, foram examinados, mas apenas oito casos foram confirmados até o momento.

Durante uma declaração à população, Bloomberg disse ainda que entende que os moradores estão preocupados e confusos sobre as medidas que devem ser tomadas no controle e prevenção da doença.

Segundo ele, a prefeitura lidará com o surto de gripe suína da mesma maneira como trata todos os "eventos pouco comuns" que ocorrem em Nova York e que manterá a população bem informada.

Com os novos casos confirmados em Nova York, passa para 19 o número de casos não-fatais da doença confirmados nos EUA.

Entre os outros casos americanos da doença sete pessoas foram contaminadas no Estado da Califórnia, duas no Texas e duas no Estado de Kansas.

OMS

O diretor assistente da Organização Mundial de Saúde, Kieji Fukada, declarou que a agência ainda aguarda mais informações de Nova York sobre os casos detectados na cidade americana.

Durante uma declaração transmitida ao vivo de Genebra, Fukada voltou a afirmar que a situação é "grave".

Segundo ele, trata-se de um período no qual a epidemia ainda está se desenvolvendo e a Organização está sendo cautelosa na coleta de informações sobre a doença.

Fukada disse ainda que a agência está concentrada em compreender melhor a epidemia e avaliar as infecções mais amenas e mais graves que o vírus pode desenvolver.

A OMS alertou, no sábado, que a variedade do vírus da gripe suína identificada no México é grave e tem o potencial de virar uma pandemia.

A organização anunciou ainda que o surto da doença é uma emergência de saúde pública internacional.