Deputado britânico pede reembolso por estrume

O Parlamento Britânico
Image caption Escândalo ameaça a reputação de toda a classe política britânica

Deputados conservadores britânicos pediram reembolso por despesas com compra de estrume para seus jardins, manutenção de piscinas e pagamento de salários para governantas, informou o jornal The Daily Telegraph, em mais um capítulo de uma saga que está ameaçando a reputação da classe política britânica.

Desde a semana passada, o jornal vem divulgando diariamente as listas de despesas de parlamentares do país que deveriam ser publicadas oficialmente em julho próximo, mas que foram entregues ao jornal por fontes não reveladas.

As primeiras revelações foram sobre pedidos de reembolso feitos por políticos trabalhistas, entre eles o ressarcimento de gastos com comida de cachorro, troca de lâmpadas e com a compra de um cortador de grama. Agora foi a vez dos conservadores.

Na segunda-feira, o primeiro-ministro, Gordon Brown, se desculpou pessoalmente em nome de políticos de todos os partidos por "erros" cometidos pelos parlamentares no uso do sistema de reembolsos.

Em face das novas revelações, o líder do Partido Conservador, David Cameron, estaria considerando adotar medidas disciplinares contra os parlamentares de seu partido.

"Estou com raiva pelo acontecido", disse Cameron."Alguns desses casos são um uso abusivo do dinheiro do contribuinte e eu vou resolver isso".

Segundo relatos, uma das alternativas sendo consideradas pelo líder conservador é pedir aos parlamentares que devolvam dinheiro em casos julgados "excessivos", sob risco de punições.

Os Pedidos

Segundo o Daily Telegraph, o ex-ministro conservador Douglas Hogg teria pedido ressarcimento de quase US$ 20 mil gastos com o salário de sua governanta. Hogg negou uma outra alegação do jornal, de que ele teria sido reembolsado por US$ 3 mil usados para limpar um fosso em torno de sua casa de campo.

Outro conservador foi reembolsado por cerca de US$ 2 mil gastos com jardinagem e manutenção de sua piscina. Esterco de cavalo para o jardim de um deputado custou ao contribuinte britânico cerca de Us$ 570.

Com eleições previstas para dentro de um ano, analistas preveem que o eleitorado punirá severamente a classe política por seu comportamento.

A mais recente pesquisa de opinião, feita pela empresa Populus para o jornal The Times, indica quedas de 4% no apoio aos partidos Trabalhista e Conservador.

Realizada pelo telefone no último fim-de-semana, ela dá 39% de apoio aos conservadores e 26% aos trabalhistas. Liberais democratas subiram 4% e têm hoje o apoio de 22% da população.

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet