África do Sul entra em recessão pela primeira vez desde 92

Estádio na África do Sul
Image caption Copa do Mundo impulsionou setor da construção na África do Sul

Por apresentar queda por dois trimestres consecutivos, a economia da África do Sul entrou tecnicamente em recessão pela primeira vez desde 1992, segundo anúncio do governo feito nesta terça-feira.

A queda está sendo atribuída a prejuízos nos setores de manufaturados e de mineração

O país, que tem a maior economia do continente africano, sofreu uma retração de 6,4% entre janeiro e março deste ano, em comparação com o mesmo período em 2008 - a maior queda desde 1984. Em relação ao trimestre imediatamente anterior, a queda foi de 1,8%.

Para economistas, o anúncio aumenta a preocupação sobre o crescimento da África do Sul em 2009.

O Banco Central do país deve anunciar na quinta-feira sua decisão sobre a taxa de juros - a expectativa é de que ela seja rebaixada em um ponto percentual sobre os atuais 8,5%.

Um dos poucos setores a ter mantido sua produtividade na África do Sul foi o da construção civil, impulsionado pela Copa do Mundo a ser realizada no país em 2010.

Rússia

Ainda nesta terça-feira, o Ministério da Economia da Rússia anunciou que a economia do país se retraiu fortemente em abril - uma queda de 10,5% em relação a abril de 2008.

Fontes ligadas ao governo russo teriam ainda afirmado que o país teria um déficit orçamentário de 9% do PIB em 2009, em vez dos 7,4% previstos.

A economia russa vinha crescendo graças a alta nos preços do petróleo no ano passado. Mas desde então, o valor despencou.

A queda acentuada em abril foi anunciada um dia depois de o órgão federal de estatísticas russo ter divulgado dados que mostram que a produção do país caiu 9,5% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período em 2008.