Bomba em mesquita deixa pelo menos 15 mortos no Irã

Image caption Zahedan abriga refugiados que fugiram de conflitos no Afeganistão

Uma explosão atingiu uma mesquita no sul do Irã e deixou pelo menos 15 mortos nesta quinta-feira, de acordo com a IRNA, agência de notícias oficial do país.

Cerca de 50 pessoas ficaram feridas, segundo a agência iraniana. O governador da província de Sistão-Baluquistão disse à emissora de televisão estatal do país que os feridos foram socorridos.

"A bomba explodiu quando estavam sendo realizadas preces, matando pessoas que rezavam", disse Mohammad Azad.

Parte da mesquita de Amir al-Mohini foi destruída pela explosão.

Pobreza

A bomba explodiu na cidade de Zahedan. A cidade é predominantemente sunita em uma região de maioria xiita.

A província, próxima da fronteira com o Paquistão e uma das mais pobres do Irã, abriga refugiados que chegaram do Afeganistão e é palco de frequentes choques entre militantes radicais, forças de segurança e traficantes de drogas.

A agência de notícias iraniana FARS diz que a polícia conseguiu desmontar uma segunda bomba que havia no local.

De acordo com as autoridades, as primeiras análises não descartam uma relação entre a explosão e as eleições presidenciais iranianas marcadas para o próximo dia 12 de junho.

Notícias relacionadas