Dezenove franceses no AF447 ganharam viagem como prêmio

Passageiro conversa com funcionária da Air France no aeroporto Tom Jobim, Rio de Janeiro
Image caption Passageiro conversa com funcionária da Air France no aeroporto Tom Jobim, Rio de Janeiro

Entre os passageiros do voo AF 447 da Air France que desapareceu na segunda-feira estavam dezenove franceses que tinham viajado ao Rio de Janeiro por conta de prêmios distribuídos por uma empresa do setor elétrico.

O avião desapareceu com 228 pessoas a bordo, entre eles 61 franceses, segundo a companhia aérea.

Dez eram empregados da CGED e nove eram acompanhantes dos vendedores premiados, afirmou à BBC Brasil Laurent Bouveresse, diretor-geral da companhia, situada em Limoges, no sudoeste da França.

"Pensamos que o Rio de Janeiro era uma bela recompensa para os melhores vendedores da região", disse Bouveresse. A empresa não tem atividades no Brasil.

Os franceses da companhia CGED, distribuidora de materiais elétricos, embarcaram para o Rio de Janeiro na quinta-feira passada e passaram quatro dias na cidade.

No grupo de funcionários, estavam nove vendedores que haviam recebido o prêmio e um diretor da empresa em Limoges.

Os empregados premiados, com idades entre 25 e 35 anos, trabalham em diferentes agências da companhia espalhadas pelo sudoeste da França.

A empresa instalou um centro de atendimento aos parentes e pessoas próximas aos funcionários que viajavam no voo da Air France.

"Foi um grande choque quando soube do desaparecimento do avião. É impossível descrever os sentimentos", afirmou Bouveresse.

No total, segundo a Air France, o Airbus A330 levava 216 passageiros, sendo 58 brasileiros, 61 franceses e 97 de mais 30 diferentes nacionalidades, além da tripulação de 12 pessoas.