Jumbo da Lufthansa enfrentou forte turbulência no local da queda do AF 447, diz revista alemã

Avião da Lufthansa (divulgação)
Image caption A Lufthansa disse que o piloto do avião não reportou nada de anormal

A edição online da revista alemã Stern diz que um avião da companhia aérea Lufthansa enfrentou forte turbulência na mesma região em que caiu a aeronave da Air France do vôo AF 447, dois dias antes do acidente que matou 228 pessoas.

A revista cita relatos de passageiros do voo LH 507 de 29 de maio. Segundo eles, a aeronave enfrentou forte turbulência três horas depois de decolar de São Paulo com destino a Frankfurt.

A Stern diz que várias pessoas ficaram feridas e que objetos voaram pela cabine do avião. Um passageiro teria tido uma ferida na cabeça suturada em pleno voo por um médico que estava a bordo.

Um porta-voz da Lufthansa contactado pela BBC Brasil em Frankfurt confirmou que o voo enfrentou turbulências, mas disse que apenas um passageiro ficou ferido na cabeça. Segundo a companhia, ele não teria apertado os cintos apesar de o aviso luminoso ter sido ativado.

A Lufthansa afirma que nada de incomum aconteceu, e que o piloto não reportou nada de anormal. O porta-voz disse que os relatos sobre mais pessoas que teriam sido feridas no voo "nasceram da fantasia dos passageiros".

Passageiros relataram à revista que o avião foi sacudido e que várias pessoas bateram suas cabeças nos compartimentos de bagagem acima de seus assentos.

O acidente teria ocorrido na mesma área em que o avião da Air France caiu. Um passageiro que viaja frequentemente entre Brasil e Alemanha foi citado dizendo que "nunca experimentou coisa igual" nessa rota.

Notícias relacionadas