Leia as reações à vitória de Ahmadinejad no Irã

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad
Image caption Mahmoud Ahmadinejad foi reeleito presidente do Irã com 63% dos votos

A reeleição do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, provocou reações de diversos líderes mundiais. A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse esperar que o resultado reflita o desejo da população.

Segundo os resultados oficiais, Ahmadinejad venceu a votação de sexta-feira com cerca de 63% dos votos. Seu principal adversário, o reformista Mir-Hossein Mousavi, ficou com 34%.

Neste sábado, milhares de manifestantes enfrentaram a polícia nas ruas da capital, Teerã, em protesto contra os resultados. O Comitê para Proteger o Voto do Povo, criado por Mousavi e os outros dois candidatos de oposição, disse que não aceitará os resultados, alegando fraude.

Leia abaixo as reações de alguns líderes à vitória de Ahmadinejad.

Aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do Irã: "O presidente escolhido e respeitado é o presidente de toda a nação iraniana e todos, incluindo os adversários de ontem, devem apoiá-lo e ajudá-lo."

Casa Branca: "Assim como o resto do mundo, ficamos impressionados com o vigoroso debate e o entusiasmo gerados por esta eleição, particularmente entre os jovens iranianos. Nós continuamos a monitorar toda a situação de perto, inclusive as denúncias de irregularidades."

Hillary Clinton, secretária de Estado americana: "Estamos monitorando a situação no Irã à medida que se desenvolve. Mas nós, assim como o resto do mundo, estamos esperando e assistindo para ver o que o povo iraniano decidiu. Nós obviamente esperamos que o resultado reflita a vontade e o desejo genuíno do povo iraniano."

Danny Ayalon, vice-ministro do Exterior de Israel: "Com os resultados da eleição no Irã, a comunidade internacional deve impedir um Irã nuclear e o terrorismo iraniano imediatamente. Se havia uma ponta de esperança de mudança no Irã, a renovada escolha de Ahmadinejad expressa mais do que qualquer coisa a crescente ameaça iraniana."

Amr Moussa, secretário-geral da Liga Árabe: "Nós esperamos que o próximo mandato testemunhe o progresso nas relações entre o Irã e o mundo árabe e a cooperação para o estabelecimento da paz no Oriente Médio."

Bashar Al-Assad, presidente da Síria: "(Tenho) fé que as relações e a cooperação serão reforçadas entre a Síria e o Irã."

Governo iraquiano: O governo iraquiano disse esperar que a reeleição de Ahmadinejad faça com que o Irã busque a reconciliação com países com os quais não mantinha boas relações.

Fawzi Salloukh, ministro do Exterior do Líbano: "Nós esperamos que o sucesso do presidente Ahmadinejad no Irã esteja a serviço da paz e da tranquilidade no Oriente Médio."

Fawzi Barhum, porta-voz do Hamas: "O resultado da eleição iraniana é uma vitória para a democracia iraniana, para o povo iraniano, os líderes e todos os partidos e facções que participaram (do pleito)."

Rangeen Dadfar Spanta, ministro do Exterior do Afeganistão: "A República Islâmica do Irã é um vizinho e um amigo. Assim como no passado, nós teremos uma cooperação sincera e manteremos nossa cooperação com aquele que assumir a responsabilidade e a liderança do Irã por meio da vontade do povo iraniano.

Notícias relacionadas