Bilionário acusado por fraude de US$ 8 bi se entrega nos EUA

Sir Allen Stanford
Image caption Sir Allen nega ter cometido fraude

O bilionário texano Allen Stanford, acusado de ter cometido uma fraude de US$ 8 bilhões, se entregou ao FBI depois que as autoridades emitiram um mandado de prisão contra ele.

Stanford já enfrenta uma ação civil iniciada pela SEC, órgão que supervisiona e regula o mercado de ações nos Estados Unidos, por conta da suposta fraude.

Ele se entregou a agentes do FBI que montavam guarda diante da casa de sua namorada, no Estado da Virgínia.

A expectativa é de que ele se apresente a uma corte federal em Houston, nesta sexta-feira, para ouvir as acusações contra ele.

Os detalhes das acusações criminais ainda não foram revelados, mas em fevereiro, a SEC descreveu irregularidades cometidas pelo grupo financeiro Stanford Financial como uma "fraude de magnitude chocante".

O empresário é acusado pela SEC de atrair investidores através de seu banco em Antígua, prometendo altos retornos em certificados de depósitos e outros investimentos, num esquema de "pirâmide".

Suas mansões, aviões e outras propriedades foram confiscadas depois que milhares de clientes ficaram incapacitados de receber seu dinheiro de volta.

Stanford afirma que não fez nada de errado.

Notícias relacionadas