Egito reabrirá passagem para Faixa de Gaza

Palestina com filha no colo aguarda abertura da passagem de Rafah em maio
Image caption A passagem de Rafah está fechada na maior parte do tempo desde junho de 2007

O Egito planeja reabrir temporariamente a passagem de Rafah, na fronteira do país com a Faixa de Gaza, permitindo que alguns palestinos deixem o território.

O território foi bloqueado por Israel, e também pelo Egito, por dois anos desde que o grupo militante palestino Hamas assumiu o controle. E há exatos seis meses Israel iniciou sua ofensiva militar na Faixa de Gaza.

Ambulâncias, táxis e mais forças de segurança já se encaminharam para a fronteira antes da abertura da passagem, que é a principal rota que liga a Faixa de Gaza ao mundo exterior.

Entre os que receberam permissão para deixar o território estão estudantes e palestinos que precisam de algum tipo de tratamento médico.

Autoridades que participam da última rodada de negociações sobre a união palestina também vão passar por Rafah em direção ao Cairo.

Apesar das críticas vindas de todo o mundo árabe, o governo egípcio manteve a passagem de Rafah fechada na maior parte do tempo desde que o Hamas assumiu o controle total da Faixa de Gaza em junho de 2007.

Apesar desta medida, o Egito ainda tem um importante papel diplomático nas negociações de paz para a região. E isto inclui o papel de intermediário entre Israel e o Hamas.

Nos últimos dias aumentaram as especulações sobre um possível acordo de troca do soldado israelense capturado há três anos Gilad Shalit por prisioneiros palestinos.

Notícias relacionadas