Policiais à paisana prendem policial à paisana nos EUA

Policiais à paisana investigando tráfico de drogas na Carolina do Norte prenderam um homem que lhes vendeu maconha - e que acabou se revelando ele mesmo um detetive à paisana de outra agência.

A curiosa operação de 'tráfico sem traficante' ocorreu em Statesville, sede do condado de Iredell, onde segundo a imprensa local a polícia está realizando um esforço para coibir o abuso de drogas.

O diário <i>Statesville Record & Landmark</i> relatou que os policiais à paisana de Statesville estavam investigando um caso havia uma semana quando encontraram um indivíduo interessado em vender-lhes pequenas quantidades de maconha.

Eles marcaram um encontro com o suposto traficante em um estacionamento da cidade. Mas antes, suspeitando de que se tratasse de outro policial à paisana, ligaram para o escritório do xerife de Iredell.

Foram informados pelos policiais antidrogas de que "definitivamente" não se tratava de policiais, informou o jornal.

Feita a prisão, entretanto, foram informados de que, sim, o homem que haviam detido era um oficial à paisana do escritório do xerife de Iredell.

Após a gafe, o xerife tentou explicar o mal-entendido.

"Tínhamos várias operações de grande escala se desenrolando ao mesmo tempo e houve linha cruzada nessa", afirmou o xerife Phil Redmond segundo o <i>Statesville Record & Landmark</i>.

O porta-voz da polícia de Statesville, Tom Anderson, disse que é preciso tirar lições do episódio.

"Foi uma experiência educativa", afirmou, segundo o diário. "Felizmente, ninguém ficou ferido."