Gripe suína reduz em 70% turismo brasileiro em Bariloche

www.barilochepatagonia.info
Image caption A natureza de Bariloche costuma atrair os turistas brasileiros

A Câmara de Turismo de Bariloche, na Argentina, acredita que a gripe suína deve provocar uma queda de 70% no número de turistas brasileiros que visitarão a cidade da Patagônia até o final desta temporada de inverno.

Segundo o presidente do Organismo Misto de Promoção Turística (Emprotur, na sigla em espanhol) e da Câmara de Turismo, Héctor Barberis, as perdas por causa dessa queda de movimento na cidade devem chegar a US$ 40 milhões.

"Os brasileiros compram pacotes de US$ 2,5 mil, dos quais US$ 2 mil ficam na cidade", disse Barberis à BBC Brasil.

"No ano passado, eles tinham desembolsado uns US$ 60 milhões em Bariloche, mas este ano a cifra não é a mesma e as perdas são de US$ 40 milhões."

Dificuldades

No ano passado, trinta mil brasileiros chegaram a Bariloche entre os dias 15 de junho e 10 de agosto.

Este ano, somente dez mil devem desembarcar na famosa estação de esqui neste período, estimou Barberis.

Segundo ele, no ano inteiro de 2008, mais de 45 mil brasileiros visitaram a cidade, mais de 60% no inverno. Neste ano, a expectativa é de que esse total caia para cerca de 20 mil a 25 mil.

Os 200 voos charter que sairiam de diferentes cidades do Brasil, entre junho e agosto, também foram reduzidos e a expectativa é de que se limitem a 60 até o fim desta temporada de inverno. Os hotéis, que costumavam estar lotados nesta época, contam com ocupação em torno dos 40%.

"Esse é um ano muito difícil para Bariloche, mas temos esperanças de que essa situação se reverta. Essa relação da nossa cidade com os brasileiros já dura mais de vinte anos", disse Barberis.

''Brasiloche''

Na tentativa de amenizar as perdas, o setor de turismo da cidade prepara campanha para atrair brasileiros ainda este ano, mesmo quando tenha terminado o período de neve.

"Bariloche teve apenas seis casos da gripe A e nenhum deles desenvolvido na cidade, todos importados. Temos esperanças de que o turista brasileiro volte porque ele tem amor pela nossa cidade", afirmou.

Diante deste quadro atual, autoridades locais de Bariloche entregaram ao governo argentino um pacote de sugestões que incluiu descontos de impostos para o setor turístico.

A intensa presença de brasileiros nesta cidade levou os argentinos a batizarem-na de "Brasiloche".

Notícias relacionadas