Destilaria escocesa anuncia planos de venda de garrafa de uísque de R$ 31 mil

Garrafa do Glenfiddich 50 anos. Foto: John Paul / Glenfiddich Destillery
Image caption Os compradores receberão um certificado e um livro junto com a garrafa

Uma destilaria na Escócia anunciou que pretende colocar no mercado um uísque single malte envelhecido 50 anos que custará 10 mil libras (R$31 mil) a garrafa.

A destilaria Glenfiddich classificou a bebida como uma “obra-prima” e afirmou que pretende disponibilizar apenas 50 garrafas do uísque para venda nos próximos dez anos.

Algumas das garrafas serão vendidas em aeroportos selecionados ao redor do mundo nos próximos meses, antes de serem comercializadas por alguns pequenos varejistas.

O uísque foi mantido em dois barris no armazém da destilaria de Bannfshire por 50 anos.

Cada uma das 50 garrafas será feita a mão e decorada em prata escocesa e seráé embalada em um saco de couro.

Além da garrafa, os compradores também receberão um livro impresso em couro com detalhes sobre a história da bebida. O livro também trará páginas em branco para que o apreciador possa fazer anotações sobre a degustação do uísque.

Segundo a destilaria, os compradores receberão um certificado assinado por cada um dos quatro artesãos da empresa.

'Perfeito'

De acordo com Peter Gordon, presidente da destilaria Glenfiddich, o uísque “não tem imperfeições”.

“Estamos felizes em esperar o tempo necessário – nesse caso 50 anos – para produzir o uísque perfeito”, disse Gordon, tataraneto do fundador da destilaria, William Grant.

Em 2006, um garrafa de um uísque considerado o mais envelhecido do mundo foi leiloada em Londres.

O Glenavon Special Liqueur Whisky supostamente teria sido engarrafado há 150 anos na destilaria Glenavon, em Bannfshire, na Escócia, e foi arrematado por 14.850 libras (cerca de R$ 46.300).

Em entrevista ao jornal escocês The Scotsman, o porta-voz da Associação Escocesa de Uísque, Campbell Evans, afirmou que a bebida de 50 anos encontrará compradores com facilidade.

“Tivemos várias garrafas antigas vindo de diversas destilarias ao longo dos anos, e elas parecem vender rapidamente”, disse Evans ao jornal.

Notícias relacionadas