Grega põe fogo em genitais de turista britânico

Praia em Creta (Grécia)
Image caption Gregos reclamam de comportamento de turistas britânicos nas praias

Um tribunal da Grécia vai ouvir nesta sexta-feira o depoimento de uma mulher acusada de atear fogo aos órgãos genitais de um turista britânico na ilha de Creta

A acusada, uma grega de 26 anos, admitiu ter jogado uma bebida alcoólica e ateado o fogo aos genitais do britânico, afirmando que fez isso porque havia sido assediada sexualmente.

A polícia de Creta disse que o turista estava bêbado e que já havia mostrado seus genitais para várias mulheres.

O homem sofreu queimaduras de segundo grau e está se recuperando em uma clínica. A mulher entregou-se à polícia e alegou legítima defesa. Os nomes de ambos não foram divulgados pela polícia grega.

Turistas britânicos

Segundo o correspondente da BBC na Grécia Malcolm Brabant, ela recebeu o apoio de diversas pessoas em Creta por ter "defendido sua honra".

O caso gerou um grande debate na televisão do país. Muitos gregos reclamam do comportamento de turistas britânicos que vão passar suas férias de verão nas praias do país.

Segundo a polícia, o turista de 23 anos estava bêbado quando baixou suas calças em uma boate na praia de Malia.

A mulher disse que pediu que o turista parasse com o assédio. Como ele se recusou, ela jogou um copo de Sambuca, uma bebida alcoólica, nos genitais da vítima e acendeu o fogo.

Uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha disse: "Nós podemos confirmar que nas primeiras horas de terça-feira, um britânico de 23 anos foi agredido em Creta. Nós acreditamos que ele sofreu queimaduras no peito e no abdômen. Ele está recebendo assistência consular".

Notícias relacionadas