Comissão Europeia investiga 'explosões' de iPods

iPhone (arquivo)
Image caption Os casos com iPods e iPhones aconteceram em países da Europa

A Comissão Europeia (CE) afirmou na terça-feira que lançou uma investigação sobre uma série de episódios de iPods e iPhones que teriam pegado fogo ou explodido espontaneamente em países com Grã-Bretanha, França, Suécia e Holanda.

A porta-voz para segurança do órgão executivo da União Europeia, Helen Kearns, disse que a CE pediu detalhes sobre os problemas à empresa de tecnologia e que a Apple afirmou não considerar a questão "um problema generalizado", mas sim, "incidentes isolados".

"Sabemos desses relatos e estamos aguardando para receber os iPhones dos consumidores. Até termos todos os detalhes, não temos nada para acrescentar", afirmou a empresa em nota.

A comissão instruiu os países-membros a notificarem qualquer caso relacionado.

"A comissão trata questões de segurança muito seriamente", disse Kearns.

No caso mais recente, um adolescente francês sofreu ferimentos leves em um olho, depois de pegar o iPhone da namorada, que "crepitava e estalava como uma frigideira", pouco antes de o aparelho explodir.

Na Grã-Bretanha, o iPod Touch de uma pré-adolescente também teria explodido após sibilar por alguns momentos.

Em julho, um holandês afirmou ter deixado o seu iPhone no banco do passageiro do seu carro e quando voltou, 15 minutos depois, teria encontrado o aparelho queimado e o assento chamuscado.

Na Suécia, um carro teria se incendiado com um cão dentro, que conseguiu ser salvo, por causa de um iPod.

De acordo com a Comissão Europeia, a Apple disse que os casos "são incidentes isolados. Eles não são considerados um problema generalizado".

Na Europa, já foram vendidos 200 milhões de iPodse 26 milhões de iPhones.

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet