Lula e Morales assinam acordo para construção de rodovia

Lula e Morales
Image caption Presidentes Lula e Morales se reuniram em reduto eleitoral do boliviano.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu neste sábado com o líder da Bolívia, Evo Morales, no vilarejo de Villa Tunari, na região de Chapare, área produtora de coca e reduto eleitoral do boliviano.

Os dois assinaram um acordo para a construção de uma rodovia que ligará as cidades bolivianas de Villa Tunari e San Ignácio de Moxos com investimento brasileiro no valor de US$ 332 milhões (cerca de R$ 610 milhões) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A Bolívia investirá U$ 80 milhões (R$ 147 milhões) na construção.

A estrada, que será construída por uma empresa brasileira, terá 306 quilômetros e fará a conexão entre o vale de Cochabamba e a Amazônia boliviana.

Gás natural

Os presidentes Lula e Morales se reuniram rapidamente logo após a chegada do líder brasileiro, e em seguida foram para um estádio de futebol em Villa Tunari onde cerca de cinco mil pessoas se reuniram para ouvi-los, segundo a agência Brasil.

Na pauta do encontro também estava a compra de gás natural boliviano pelo Brasil, que foi reduzida pelo aumento da capacidade produtiva hidrelétrica brasileira e por causa dos efeitos da crise econômica mundial na indústria do país.

O governo boliviano deseja renegociar o preço, reduzir o volume do gás exportado ao Brasil e começar a vender mais para outros países.

Segundo o ministro boliviano da Economia e Finanças, Luis Arce, a redução da demanda brasileira pelo gás boliviano provocou uma queda no Produto Interno Bruto (PIB) da Bolívia no primeiro trimestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2008.

O ministro disse que a economia boliviana registrou crescimento de 2,11% neste período de 2009, muito aquém dos 6% registrados em 2008.

Os dois presidentes também conversaram sobre o acordo da Colômbia com os Estados Unidos para a utilização de bases no território colombiano pelos americanos.

Notícias relacionadas