Sites de conteúdo adulto atraem 4% dos internautas no Brasil, diz empresa

(Foto:AP)
Image caption Brasileiros acessam menos sites adultos que americanos, diz pesquisa

Uma pesquisa sobre os hábitos dos internautas brasileiros aponta que 4% das pessoas que acessam a internet no país procuram sites que tenham conteúdo "adulto".

Este número é pouco mais do que a metade do registrado nos Estados Unidos, onde 7% dos internautas acessam páginas com conteúdo pornográfico, de acordo com o levantamento da empresa especializada em pesquisas sobre internet Hitwise.

A pesquisa, apresentada pelo diretor da Hitwise e especialista em comportamento online Bill Tancer, foi realizada a partir de dados sobre a internet no Brasil coletados durante 12 semanas.

Segundo Tancer, o fato de os brasileiros acessarem menos páginas com conteúdo adulto do que os americanos deve-se, em parte, ao grande interesse que os internautas do Brasil têm por redes sociais virtuais como Twitter, Orkut e Facebook.

Estes sites de relacionamento representam 62% do tráfego da internet no Brasil, de acordo com o levantamento.

Tancer ainda afirma que, desde 2007, verifica-se uma queda no acesso a sites de conteúdo pornográfico nos países onde a empresa atua. A companhia lançou suas operações no Brasil nesta semana.

Levantamentos anteriores apontam que o acesso a conteúdo adulto nos Estados Unidos já chegou a englobar 16% dos internautas, mas diminuiu ao mesmo tempo em que as redes sociais começaram a crescer.

O acesso a conteúdos adultos nestes países, de acordo com a empresa, também apresentam um pequeno crescimento nos meses de inverno.

Gripe e dieta

A pesquisa aponta ainda outros dados sobre o comportamento dos internautas brasileiros.

O temor dos brasileiros com a dispersão da gripe suína se refletiu nas pesquisas em sites de buscas na internet.

Segundo Bill Tancer, entre 27 de junho e 22 de agosto, as buscas por informações sobre a gripe cresceram 314%.

As buscas por dietas para perda de peso também aumentaram 76% no período de 20 de junho a 22 de agosto.

A pesquisa também apresentou um ranking dos sites mais acessados pelos usuários brasileiros.

De acordo com o levantamento, o Google Brasil é o site mais acessado pelos internautas do país.

Nas três posições seguintes aparecem outros sites que pertencem ao Google: Orkut, Google e YouTube.

Notícias relacionadas