Ataque da Otan a caminhões roubados por Talebã mata 90 no Afeganistão

Vítima de ataque aéreo no Afeganistão
Image caption Membros do Talebã teriam morrido no ataque

Ao menos 90 pessoas morreram no norte do Afeganistão nesta sexta-feira após um ataque aéreo da Otan que explodiu dois caminhões-tanque que haviam sido sequestrados pelo Talebã.

A Otan confirmou à BBC que o ataque ocorreu na estrada principal que leva a Baghlan, na província de Kunduz.

O governador local disse à BBC que entre os mortos estão alguns altos comandantes do Talebã, mas testemunhas afirmaram que civis também morreram.

Um porta-voz da coalizão da Otan no país disse que a organização está investigando a alegação de vítimas civis.

Decapitados

Um representante do Talebã confirmou à BBC que membros do grupo haviam roubado dois caminhões de combustível na noite de quinta-feira, mas que acabaram sem poder avançar pela estrada.

Os militantes então decidiram esvaziar os cargueiros e os moradores da região se aglomeraram para tentar recolher parte do combustível.

Foi neste momento que o ataque aéreo atingiu os caminhões, provocando uma grande explosão.

Um dos motoristas da Otan disse que dois de seus colegas haviam sido decapitados pelos membros do Talebã quando os veículos foram sequestrados.

Em Cabul, um porta-voz da Isaf, a força de manutenção de paz liderada pela Otan, informou à BBC que seus membros haviam detectado os dois veículos às margens do rio Kunduz e que então ordenaram o ataque.

Segundo o porta-voz, vários insurgentes morreram.

Notícias relacionadas