Exército da Colômbia confisca vídeo que mostra reféns das Farc acorrentados

Um militar durante a divulgação do vídeo, 07/09/09. Foto AP/ Fernando Vergaro
Image caption A imagem mostra o refém Cesar Augusto Lasso, capturado em 1998

O Exército colombiano afirmou, nesta segunda-feira, que confiscou um vídeo que dá provas de vida de dez reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Alguns dos militares e policiais que aparecem nas imagens foram capturados há mais de 11 anos pela guerrilha. Eles aparecem acorrentados e com um fundo camuflado.

O vídeo - o segundo do tipo divulgado em uma semana – teria sido gravado pelos rebeldes e foi transmitido por algumas redes de televisão na Colômbia.

Segundo o correspondente da BBC em Bogotá Jeremy McDermott, os prisioneiros parecem cansados e pálidos.

A fita mostra os reféns falando diretamente para as famílias e um deles diz que está em boa saúde. Outro pede aos familiares que não o esqueçam.

Negociação

As Farc mantêm dezenas de reféns, entre eles cerca de 23 oficiais, considerados “prisioneiros políticos” da guerrilha, os quais querem usar como moeda de troca em um possível acordo com o governo para a libertação de guerrilheiros presos.

Segundo McDermott, os vídeos são divulgados numa tentativa de pressionar o governo colombiano a negociar a libertação dos guerrilheiros presos.

O presidente Álvaro Uribe, no entanto, se recusa a negociar com a guerrilha e insiste na idéia de que pode derrotá-la militarmente.

O Exército colombiano afirmou que o vídeo constitui “uma prova do tratamento cruel e degradante dos guerrilheiros com os prisioneiros das Farc”.

De acordo com McDermott, as famílias dos reféns, em contrapartida, acreditam que é o governo que está sendo cruel ao se recusar a negociar com os rebeldes.

Em fevereiro, as Farc libertaram o ex-deputado colombiano Sigifredo López, completando o resgate dos seis reféns que a guerrilha prometeu libertar, unilateral e incondicionalmente, a partir de meses de negociações com o movimento Colombianos pela Paz.

Notícias relacionadas