Polícia de Tóquio lança operação contra bolinagem no metrô

Metrô de Tóquio
Image caption Quase 60% das mulheres dizem ter sido bolinadas no transporte público

A polícia de Tóquio, no Japão, começou nesta segunda-feira uma grande operação para tentar combater a bolinagem nos trens de subúrbio e no metrô da cidade.

Policiais à paisana já estão atuando em várias linhas, especialmente nas mais movimentadas da capital.

Uma pesquisa recente mostra que quase 60% de mulheres jovens já foram molestadas no transporte público, e apenas no ano passado mais de 6 mil pessoas foram presas no país sob suspeita de ter cometido bolinagem ou de tirar fotografias sem autorização.

O problema foi parcialmente contornado com a introdução de vagões exclusivamente femininos.

Gangues

O crime da bolinagem pode levar a até sete anos de prisão no Japão.

Segundo a imprensa local, a polícia está especialmente preocupada com o fato de alguns criminosos estarem usando a internet para coordenar suas atividades e formar gangues.

Vários dos suspeitos presos nos últimos meses teriam confessado à polícia que preferiam determinadas linhas dos trens seguindo recomendações que eles leram na internet.

A operação, que também vai contar com a distribuição de panfletos alertando para o problema, deve durar uma semana.

Notícias relacionadas