Polícia australiana investiga oficiais flagrados pelados em sinal

O comitê de ética da polícia de Queensland, na Austrália, está investigando uma denúncia segundo a qual dois homens teriam saído nus de dentro de um carro com placa da polícia e corrido em torno de um ônibus parado no sinal na cidade de Brisbane, no último domingo.

Em coletiva para a imprensa australiana, o vice-comissário para Operações Especiais Ian Stewart disse que apurações feitas até o momento indicam que cinco ou seis policiais estariam envolvidos no caso, entre eles, um sargento.

Mas apenas um estava a serviço no momento, ele acrescentou.

Segundo a polícia, os incidentes de nudez policial teriam se repetido em até quatro semáforos diferentes na cidade.

A denúncia partiu de uma mulher que presenciou um dos incidentes. Quando as autoridades conferiram a placa do carro, constataram que se tratava de um veículo policial.

Os oficiais que viajavam no carro - providenciado por um sargento da polícia - são integrantes do esquadrão de elite Special Emergency Response Team (SERT), especializado em explosivos e negociações para a libertação de reféns.

Eles participavam de uma despedida de solteiro.

Segundo a polícia, os oficiais podem ser indiciados por atentado ao pudor e desordem, e correm risco de ser advertidos ou até demitidos.

O caso acontece em um período difícil para a polícia australiana, que nos últimos meses esteve envolvida em uma série de escândalos.

Em um dos incidentes, um policial teria sido flagrado urinando em público.

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet