México fechará estatal de energia elétrica

Estatal de energia mexicana
Image caption Polícia cercou os escritórios da estatal de energia no domingo

O governo mexicano disse que vai fechar a estatal de energia Luz Y Fuerza del Centro (CLyFC) que fornece a maior parte da eletricidade para a Cidade do México e cidades próxima.

Neste domingo, a polícia federal cercou os escritórios da companhia na capital mexicana.

A empresa fornece energia para cerca de 25 milhões de pessoas. O governo disse que problemas graves da estatal – como a baixa produtividade e o alto passível trabalhista – a tornaram insustentável.

O ministro do Interior, Fernando Gómez, disse que os 44,5 mil funcionários da estatal receberão algum tipo de compensação.

"Antes de tomar esta decisão, o governo fez esforços para aumentar a sua produtividade", disse o ministro.

Ele disse que a empresa não será privatizada. Os consumidores passarão a ser atendidos pela Comisión Federal de Electricidad (CFE), outra estatal de energia.

Líderes sindicais dizem que a medida é ilegal e prometeram resistir às medidas.

"Lutaremos até o limite das nossas forças para manter nossa fonte de trabalho", disse em nota o Sindicato Mexicano de Eletricistas.

O governo afirma que entre 2003 e 2008 a estatal registrou perdas de US$ 1,8 bilhão devido à sua ineficiência. O passível trabalhista ultrapassa os 17,5 bilhões.

Notícias relacionadas