Americana é primeira mulher a ganhar Nobel de Economia

Image caption Ostrom e Williamson ganharam prêmio pelo seu trabalho na área de organização de cooperação em governança econômica.

Os americanos Elinor Ostrom e Oliver Williamson dividirão o prêmio Nobel de Economia pelo seu trabalho na área de organização de cooperação em governança econômica.

Ostrom é a primeira mulher a ganhar o prêmio desde que foi instituído, em 1968.

Segundo o júri da Academia Real de Ciências da Suécia que escolheu o vencedor, a pesquisa desenvolvida por Ostrom e Williams "demonstra que a análise econômica pode ajudar no entendimento da maior parte de formas de organização social".

Ostrom desenvolveu teorias sobre o papel das empresas na resolução de conflitos e análises que demonstraram "como propriedades coletivas podem ser administradas com sucesso por associações de moradores".

Williamson desenvolveu teorias sobre o papel das empresas como modelos de estrutura de governos alternativos e de seus limites.

Ostrom, nascida em 1933 em Los Angeles, é catedrática de Ciências Políticas da Universidade de Los Angeles e fundadora do Centro para o Estudo da Diversidade Institucional da Universidade do Arizona.

Williamson, nascido em 1932 em Superior, no Estado de Wisconsin, é doutor em Economia e leciona na Uniersidade de Berkley.

Eles dividirão o prêmio de 10 milhões de coroas suecas, cerca de US$ 1,4 milhão.

O Nobel de Economia do ano passado foi para o economista americano Paul Krugman.

Notícias relacionadas