Mãe de menino do balão 'admite farsa'

Balão no Colorado
Image caption Balão voou desgovernado por mais de duas horas sobre o Colorado

A mãe do menino de seis anos que se acreditava ter sido levado por um balão desgovernado nos Estados Unidos, mas que depois foi encontrado escondido dentro de uma caixa no sótão da casa, admitiu que todo o incidente não passou de uma farsa.

De acordo com documentos jurídicos divulgados nesta sexta-feira, Mayumii Heene disse que ela e o marido, Richard, sabiam o tempo todo que o filho Falcon estava escondido na casa da família.

Os documentos indicam ainda que a mãe disse aos investigadores que o casal planejou o trote e instruiu os três filhos a mentir para a mídia sobre a farsa que havia sido planejada duas semanas antes para que o evento tivesse ainda mais cobertura.

Segundo o correspondente da BBC em Los Angeles Rajesh Mirchandani, a família já havia participado de dois reality shows na televisão e queriam apenas mais uma tentativa de estrelato.

Ele afirma ainda que depois do evento com o balão, os dois se tornaram bastante conhecidos – e podem ser indiciados e condenados pelo que fizeram.

Milhares de pessoas acompanharam ao vivo o evento, acreditando que o menino estivesse dentro do balão, que voou desgovernado por horas pelo Estado do Colorado, acompanhado de perto por um helicóptero da polícia.

Notícias relacionadas