Sites de relacionamento dão prejuízo de US$ 2,2 bi na Grã-Bretanha, diz relatório

Image caption Mais da metade dos ouvidos usa os sites por motivos pessoais

Funcionários que usam sites de relacionamentos como o Twitter e o Facebook no horário de trabalho estão causando um prejuízo de cerca de 1,4 bilhões de libras (US$ 2,2 bilhões) a negócios britânicos por ano, segundo um relatório encomendado pela empresa Morse, especializada em soluções informáticas para companhias.

Mais da metade dos entrevistados admitiu usar sites de relacionamento durante suas jornadas de trabalho por razões pessoais.

Em média, essas pessoas passam 40 minutos por semana nos sites.

A Morse afirma que esse tipo de comportamento prejudica a produtividade das firmas.

‘Buraco negro’

Ao todo, 1.460 pessoas que trabalham em escritórios participaram da pesquisa, conduzida pela empresa TNS.

"A popularidade de sites de relacionamento como Twitter e Facebook cresceu consideravelmente nos últimos dois anos", disse Philip Wicks, da Morse.

"Entretanto, também cresceu a tentação de visitar os sites durante o horário de trabalho."

"O uso desses sites está se tornando um buraco negro na produtividade", acrescentou.

Segundo a Morse, embora muitas empresas tenham proibido o uso do Facebook no local de trabalho, o mesmo ainda não se aplica ao Twitter.

Mais de três quartos dos participantes disseram que seus empregadores não haviam divulgado diretrizes sobre o uso do Twitter.

"Sem diretrizes e regras de uso, as empresas estão vulneráveis a reduções na produtividade, danos à marca e riscos à segurança", disse a Morse.

Notícias relacionadas