Sobrinho de presidente interino é encontrado morto

O presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti
Image caption Micheletti está no poder desde a deposição de Zelaya

Um sobrinho do presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, e um coronel do Exército hondurenho foram encontrados mortos, segundo informou a polícia local nesta segunda-feira.

De acordo com as autoridades, a hipótese de assassinato político não está descartada, mas é a menos consistente em ambos os casos.

Enzo Michelettim, de 24 anos, foi encontrado morto ao lado de um outro jovem na região de Choloma, no norte do país.

O porta-voz da Polícia Nacional hondurenha, Orlin Cerrato, disse à BBC Mundo que os dois corpos foram encontrados em estado avançado de decomposição, com as mãos amarradas e com sinais de que haviam sido baleados.

“Os corpos foram encontrados na noite de sábado, mas a identificação foi possível apenas no domingo”, disse Cerrato.

Em outro incidente, o coronel Concepción Jiménez foi morto a tiros na capital, Tegucigalpa, no domingo.

Segundo Cerrato, o coronel se encontrava na frente da residência dele quando quatro jovens dispararam tiros e fugiram em um táxi.

Motivação

A polícia hondurenha está investigando as circunstâncias das mortes, mas segundo o porta-voz os dois crimes “parecem não ter nenhuma relação entre eles”.

“Em ambos casos se está levando em conta todas as hipóteses. Não se descarta a motivação política, mas esta possibilidade é a que menos forca tem nestes momentos”, afirmou Cerrato.

Honduras vive uma crise política desde a deposição do presidente eleito, Manuel Zelaya, em 28 de junho. A tensão no país aumentou após o regresso de Zelaya ao país, em 21 de setembro, quando se refugiou na embaixada do Brasil em Tegucigalpa.