'Maior vestido do mundo' é bordado na Palestina

Image caption Organizadores querem promover artesanato local

Cerca de 150 mulheres costuraram na cidade de Hebron, na Cisjordânia, o que acreditam ser o maior vestido bordado do mundo.

Os organizadores querem que a peça – de 32,6 m de comprimento e 18,1 m de largura – entre para o livro Guinness World Records.

A iniciativa tem por objetivo promover o artesanato local. Desde a segunda intifada, em 2000, restrições econômicas israelenses levaram a um declínio econômico dos territórios palestinos.

Como resultado, muitas mulheres passaram a complementar sua renda através do artesanato.

A economia dos territórios palestinos se retraiu pela nona vez consecutiva em 2008, caindo 1,2% em termos per capita. A taxa de desemprego atingiu 32% da população, segundo a ONU.

A retração econômica foi atribuída às restrições israelenses em relação à movimentação de pessoas e mercadorias – como a redução de vistos de trabalhos para palestinos em Israel –, a perda de terras férteis e recursos naturais para colonos israelenses e a destruição da base produtiva dos terrritórios.

O governo israelense afirma que as restrições têm por objetivo impedir a entrada de extremistas palestinos dispostos a realizar ataques contra civis israelenses em seu território.

Notícias relacionadas