Cantora canadense é morta por coiotes

Taylor Mitchell (divulgação)
Image caption Cantora Taylor Mitchell era considerada revelação canadense

Dois coiotes mataram uma jovem de 19 anos em um parque no leste do Canadá, segundo informações da polícia.

A jovem, a cantora Taylor Mitchell, da cidade de Toronto, morreu depois de ser levada ao hospital. Ela foi atacada pelos animais enquanto fazia uma trilha sozinha no parque de Cape Breton, no Estado de Nova Scotia.

Os guardas florestais que cuidam do parque foram alertados por pessoas que ouviram Taylor berrar. Os guardas mataram um dos coiotes, mas ainda estão procurando pelo outro.

Taylor foi levada de helicóptero a um hospital na cidade de Halifax, mas morreu na manhã de quarta-feira. Ela tinha ferimentos graves em todo o corpo.

Ataques raros

Segundo os guardas, os coiotes estavam extremamente agressivos quando eles chegaram à cena.

Mitchell era vista como uma estrela em ascensão na cena folk canadense. No começo do ano, ela foi indicada na categoria de jovem talento no prêmio Canadian Folk Music Award.

A agente de Mitchell disse ao jornal canadense The Chronicle Herald que a cantora havia recém retirado sua carteira de motorista e planejava viajar de carro.

Formada em música e teatro, a cantora havia lançado este ano o seu primeiro disco, For Your Consideration. Mitchell havia interrompido suas apresentações para escrever novas músicas para seu disco. Esse foi o motivo pelo qual ela foi fazer a trilha no parque de Cape Breton.

"Ela amava os bosques e tinha uma afinidade profunda com a sua beleza e serenidade", disse a agente Lisa Weitz ao jornal.

Os coiotes são típicos da América do Norte e Central. Um biólogo disse ao jornal que ataques de coiotes são extremamente raros.

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet