Enchentes deixam mais de 90 mortos em El Salvador

Estragos causados pela chuva na capital de El Salvador, San Salvador
Image caption Governo declarou estado de emergência em cinco regiões

Mais de 90 pessoas morreram em El Salvador vítimas de enchentes e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas torrenciais que castigam o país nos últimos dias.

Em entrevista na capital, San Salvador, o ministro do Interior, Humberto Centeno, disse que pelo menos outras 60 pessoas estão desaparecidas e mais de 7 mil desabrigadas.

O ministro disse que o número de vítimas pode aumentar à medida que os serviços de resgate consigam chegar às áreas mais afetadas.

O governo declarou estado de emergência em cinco regiões. A Defesa Civil de El Salvador disse que a situação no país é grave e que muitos rios transbordaram destruindo pontes, casas e obras de infra-estrutura.

As regiões mais afetadas foram San Salvador, San Vicente, La Libertad, La Paz e Cuscatlán. Em entrevista à BBC, o jornalista salvadorenho Juan Carlos Barahona, do diário La Prensa Gráfica, disse que San Vicente está isolada devido à queda de pontes.

Furacão Ida

As inundações ocorreram em meio à passagem do Furacão Ida a leste de El Salvador, há três dias. No entanto, meteorologistas afirmam que o furacão não foi o responsável pelas fortes chuvas.

Segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, na Flórida, as chuvas foram provocadas por um sistema de baixa pressão separado.

O Ida já havia deixado milhares de desabrigados na Nicarágua, sob a forma de tempestade tropical, antes de se transformar em um furacão.

Na tarde deste domingo, ele atingiu ventos de até 160 quilômetros por hora e foi elevado à categoria 2 - em uma escala de intensidade que vai até 5.

Meteorologistas afirmam que o Furacão Ida deve entrar no Golfo do México neste domingo e pode atingir os resorts mexicanos de Cancún e Playa del Carmen. O governo mexicano já determinou a remoção de moradores de áreas costeiras e impôs restrições à navegação na região.

Também foi emitido um alerta de furacão na costa dos Estados de Mississippi e Louisiana, nos Estados Unidos. Meteorologistas afirmam que o Ida pode chegar à costa americana na terça-feira.

Notícias relacionadas