Ampliação de assentamento em Jerusalém Oriental é ‘perigosa’, diz Obama

Assentamento de Gilo
Image caption O governo israelense considera Gilo parte de Jerusalém

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, criticou a decisão de Israel de ampliar um assentamento judeu de Jerusalém Oriental, dizendo que a medida pode levar a uma situação perigosa na região.

O governo israelense anunciou nesta terça-feira que autorizou a construção de mais 900 casas no assentamento de Gilo, que fica em território ocupado, reivindicado pela Autoridade Palestina.

“Eu acho que a construção adicional de assentamentos não contribui para a segurança de Israel, acho que torna mais difícil para Israel fazer paz com seus vizinhos”, disse Obama, em uma entrevista ao canal de TV americano Fox News.

“Eu acho que isso torna os palestinos mais amargos de uma forma que poderia acabar sendo muito perigoso.”

Futura capital?

Gilo fica em um território tomado por Israel em 1967, e os palestinos dizem que só voltarão a negociar a paz quando os israelenses deixarem de construir em tais terras anexadas, que reivindicam para um futuro Estado independente.

Por outro lado, Israel se diz comprometido em restringir a construção de assentamentos na Cisjordânia, mas não adota a mesma postura em relação a Jerusalém Oriental.

Os Palestinos querem que Jerusalém Oriental seja a capital do seu futuro país.

"Paralisar a construção em Gilo é exatamente como paralisar a construção (...) em qualquer outra vizinhança em Jerusalém e Israel", disse o ministro do Interior de Israel, Eli Yishai à agência AFP, defendendo a ampliação do assentamento.

"A construção em Jerusalém não pode ser freada, e Gilo é em Jerusalém."

Quase 500 mil judeus vivem atualmente em mais de cem assentamentos construídos em territórios ocupados.

Esses assentamentos são ilegais na legislação internacional, embora Israel não reconheça isso.

Na terça-feira, o governo dos Estados Unidos já havia reagido com “consternação” à decisão israelense de ampliar Gilo.

Leia mais na BBC Brasil sobre a reação americana

Notícias relacionadas