Irã construirá mais dez usinas para enriquecer urânio

Foto de satélite mostra instalação nuclear perto de Qom (arquivo)
Image caption Irã foi criticado por agência da ONU por não revelar usina perto de Qom

O governo do Irã aprovou planos para construir dez novas usinas de enriquecimento de urânio, segundo informações veiculadas neste domingo pela imprensa estatal do país.

O governo pediu que a agência nuclear iraniana comece a trabalhar em cinco locais para a instalação das usinas. Outros cinco locais serão escolhidos nos próximos dois meses.

O anúncio foi feito dois dias depois que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) – o braço da ONU para assuntos nucleares – aprovou uma resolução criticando o Irã por não revelar a existência de uma usina de enriquecimento de urânio próximo à cidade de Qom.

Países do Ocidente dizem que o Irã quer desenvolver armas nucleares, mas o governo do país argumenta que seu programa tem fins pacíficos.

O correspondente da BBC em Teerã, Jon Leyne, disse que o anúncio deste domingo é um ato desafiador do governo iraniano e que deve atrair ainda mais polêmica para o assunto.

Segundo o Irã, as novas usinas teriam tamanho semelhante a que já existe em Natanz.

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, disse a seu gabinete de governo que o Parlamento ordenou que o Irã produza mais 20 mil megawatts de energia nuclear até 2020.

Neste domingo, a imprensa iraniana noticiou que o parlamento do Irã pediu a Ahmadinejad que seu governo reduza sua cooperação com a agência nuclear da ONU.

Notícias relacionadas