Marta é eleita a melhor do mundo pela 4ª vez e bate recorde

Marta recebe o prêmio da Fifa em Zurique
Image caption Marta recebe o prêmio pela quarta vez e faz história no futebol

A brasileira Marta foi eleita pela Fifa a melhor jogadora de futebol do mundo em 2009 e recebeu o prêmio pela quarta vez consecutiva nesta segunda-feira, durante cerimônia em Zurique, na Suíça.

Com a conquista, Marta quebrou um recorde ao ser a primeira jogadora a vencer quatro vezes o prêmio - o brasileiro Ronaldo (1996, 1997 e 2002) e o francês Zidane (1998, 2000 e 2003), entre os homens, e a alemã Birgit Prinz (2003, 2004 e 2005), entre as mulheres, foram três vezes eleitos os melhores pela Fifa.

"É um grande momento para mim, mas também para o futebol feminino como um todo. Estou orgulhosa", disse a brasileira. "Espero que o fato de ser a primeira a conseguir quatro títulos sirva para impulsionar ainda mais o futebol feminino."

Para vencer o prêmio, Marta superou outras quatro finalistas: a atacante brasileira Cristiane, a inglesa Kelly Smith e as alemãs Birgit Prinz e Inka Grings.

Em 2009, Marta se transferiu para os Estados Unidos, onde conquistou o título da liga americana com a equipe do Los Angeles Sol, além dos prêmios de melhor jogadora e artilheira do campeonato.

Com o fim da temporada americana, a brasileira foi emprestada ao Santos e conquistou com a equipe os títulos da Copa do Brasil e da primeira edição da Copa Libertadores feminina.

Messi coroado

Image caption Messi superou Kaká e Cristiano Ronaldo em "ano maravilhoso"

Entre os homens, o argentino Lionel Messi confirmou o seu favoritismo e foi eleito pela Fifa o melhor jogador de futebol do mundo em 2009.

Messi, que havia perdido o prêmio para o brasileiro Kaká em 2007 e para o português Cristiano Ronaldo em 2008, finalmente venceu a disputa - derrotando não só os dois vencedores dos últimos anos, que defendem o Real Madrid, como também Xavi e Iniesta, seus companheiros no Barcelona.

"Queria agradecer, antes de tudo, aos colegas que votaram. É uma honra tremenda e algo muito especial receber esse tipo de reconhecimento", afirmou o argentino. "Quero dividir este prêmio com meus colegas do Barcelona. É a melhor maneira de encerrar um ano maravilhoso para mim e para o clube."

O "ano maravilhoso" de Messi e do Barcelona incluiu as conquistas do Campeonato Espanhol, da Liga dos Campeões da Europa e do Mundial Interclubes da Fifa.

Messi também ajudou a Argentina a se classificar para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, e deve ser uma das estrelas do torneio no ano que vem. O atacante, no entanto, tem enfrentado críticas em seu país por não repetir com a seleção as mesmas atuações que costuma ter com o Barcelona.

A cerimônia da Fifa contou ainda com o anúncio dos jogadores eleitos para a seleção do mundo da entidade e da FIFPro, associação que reúne jogadores profissionais de futebol de todo o mundo.

A "equipe dos sonhos" de 2009 reúne o goleiro espanhol Casillas (Real Madrid), o lateral brasileiro Daniel Alves (Barcelona), o zagueiro inglês Terry (Chelsea), o zagueiro sérvio Vidic (Manchester United) e o lateral francês Evra (Manchester United). O meio-campo tem o inglês Gerrard (Liverpool) e os espanhóis Xavi e Iniesta. O ataque é formado por Messi, Cristiano Ronaldo e pelo espanhol Fernando Torres (Liverpool).

Para completar, a Fifa entregou a Cristiano Ronaldo o Prêmio Puskas, concedido ao autor do gol mais bonito de 2009. O português venceu uma votação com internautas do site da Fifa graças a um gol que marcou contra o Porto, quando ainda defendia o Manchester United, pela Liga dos Campeões da Europa.

Notícias relacionadas