Europa

Itália anuncia criação de presídio exclusivo para transexuais

Atualmente, 60 transexuais estão espalhados por presídios italianos

O governo italiano anunciou a criação daquela que possivelmente será a primeira prisão exclusiva para transexuais do mundo, nos arredores de Florença.

O presídio de Pozzale – que até alguns anos atrás funcionou como uma prisão feminina comum de segurança média – vai abrigar cerca de 30 prisioneiros.

Calcula-se que cerca de 60 transexuais atualmente estejam presos na Itália, espalhados por prisões masculinas e femininas em todo o país.

O presídio de Pozzale tem uma biblioteca, um centro de recreação e terreno para cultivo de alimentos.

A maioria dos prisioneiros transexuais cumpre pena por prostituição e tráfico de drogas.

Atualmente, eles dividem o espaço nas superlotadas prisões italianas com homens e mulheres, mas normalmente precisam ser isolados para sua própria segurança.

Um grupo ativista gay elogiou a iniciativa do governo italiano, afirmando que uma prisão exclusiva para transexuais permite que os detentos tenham o apoio necessário.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.