China quer prender quem comer carnes de gato ou cachorro

Ativistas com cartazes contra o hábito de se comer carne de gato e cachorro
Image caption Direito dos animais é tema que vem ganhando importância no país.

Uma proposta para banir da China o hábito milenar de se comer carne de gato e de cachorro está gerando polêmica no país.

De acordo com a mídia estatal, um rascunho do que seria a primeira lei chinesa para punir o abuso contra animais deve ser mandada em abril para o Parlamento do país, o Congresso Nacional do Povo.

Se a lei for aprovada, qualquer pessoa flagrada comendo carne de gato ou cachorro deverá ser multada em até 5 mil yuan (cerca de R$ 1350) e ficar presa por até 15 dias.

Críticos da lei sustentam que seria difícil implementar a proibição e que a nova legislação protegeria injustamente alguns animais, em vez de outros.

Analistas, no entanto, argumentam que o direito dos animais, que antes não era visto como uma prioridade na China, vem ganhando importância entre os membros da crescente classe média - muitos dos quais têm animal de estimação.

Notícias relacionadas