Grã-Bretanha

Charuto abandonado pela metade por Churchill é leiloado por R$ 13 mil

Charuto de Winston Churchill

O charuto foi recolhido por funcionária em 1941

Um charuto abandonado pela metade por Winston Churchill em seu gabinete em 1941, durante a 2ª Guerra, foi leiloado nesta sexta-feira por £4,5 mil (R$13,5 mil).

O então primeiro-ministro abandonou o charuto em seu gabinete para participar de um encontro de emergência para discutir assuntos relacionados à Guerra.

O charuto, que tem o nome de Churchill, foi recolhido e guardado pela funcionária Nellie Goble, que trabalhava na residência do premiê em Downing Street, em Londres.

Depois de recolher o charuto, ela escreveu uma nota para um amigo, que também foi leiloada.

“Para Jack, com os melhores votos, da Nellie. Só um pequeno suvenir para lembrar você, em uma data futura, de um dos maiores homens que já viveu na Inglaterra”, diz a nota.

“Jack” guardou a nota e o charuto até sua morte, em 1987. As lembranças foram então herdadas pela filha, que manteve as manteve guardadas em uma gaveta em sua casa, na região inglesa de Norfolk.

A casa de leilões Auctioneers Keys esperava arrematar apenas £350 (R$1 mil), mas o item foi comprado por um colecionador em Hertfordshire por mais de dez vezes o valor estimado.

No último mês de novembro, uma louça usada como cinzeiro por Churchill no clube fundado por ele em Londres foi vendida por £4,3 mil (R$13 mil)– cerca de três vezes mais do que o esperado.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.