Polícia afegã mata sete ao confundir jovens com Talebã

A polícia do Afeganistão matou sete jovens por engano, após confundi-los com insurgentes do grupo extremista Talebã, informaram as autoridades de segurança do país.

O incidente ocorreu na noite deste sábado em um vilarejo na província de Kandahar, no sul do país, uma zona pela qual insurgentes Talebãs entram no Afeganistão a partir do Paquistão.

Os homens haviam saído para buscar lenha no povoado de Spin Boldak, quando foram alvejados por disparos da polícia. O equívoco só foi percebido quando os policiais não encontraram armas com os corpos.

Seis policiais foram presos e estão sendo interrogados.

A morte de civis é um tema delicado no Afeganistão. Segundo a ONU, no ano passado mais de 2,4 mil civis morreram em combates entre as forças de segurança oficiais e grupos armados.

Ainda segundo a ONU, 70% dessas mortes são produto de ataques do Talebã. Mas muitos afegãos avaliam que essas mortes não teriam ocorrido se, em primeiro lugar, não houvesse tropas estrangeiras no país.

O presidente afegão, Hamid Karzai, afirmou diversas vezes que a morte de civis arranha sua popularidade e o apoio à presença militar americana no país.

Notícias relacionadas