Avalanches soterram estrada e matam 150 no Afeganistão

Moradores de Marja deixam a cidade antes da operação da Otan
Image caption Segundo autoridades, 35 mil moradores deixaram a cidade de Marja

Pelo menos 150 pessoas morreram em uma série de avalanches que bloquearam uma estrada que liga a capital afegã, Cabul, ao norte do país.

O porta-voz do Ministério do Interior, Zemeri Bashary, disse que 157 corpos foram recuperados nos últimos dois dias.

Equipes de resgate estão tentando chegar a onde estão outras centenas de pessoas presas em seus veículos na chamada Passagem Salang.

Cerca de 2,5 mil pessoas foram retiradas da área até agora, mas há receio de que várias outras tenham sido soterradas depois de vários dias de fortes nevascas.

Mais de 12 avalanches ocorreram na área desde segunda-feira, bloqueando um trecho de 3,5 quilômetros de estrada.

De acordo com o correspondente da BBC em Cabul, Martin Patience, estão sendo feitos esforços para abrir caminho na Passagem Salang para que ambulâncias, escavadeiras e outros veículos de apoio possam chegar à área mais afetada pelas avalanches.

A região está sujeita a fortes nevascas e já foram registradas várias avalanches no passado.

Na terça-feira, o Ministro do Interior do Afeganistão, Mohammad Hanif Atmar, esquivou-se de perguntas sobre a razão de a estrada estar aberta ao tráfego apesar de riscos. Ele insistiu que a situação parecia sob controle até a chegada inesperada das nevascas.