Funcionário de cantina é acusado de servir sopa envenenada a alunos

Vista geral do refeitório da Stowe School (PA)
Image caption Forte cheiro químico impediu que a sopa fosse servida aos alunos.

Um funcionário da cantina de uma escola particular britânica foi detido após suspeitas de que ele teria envenenado uma sopa servida aos alunos.

Membros da exclusiva Stowe School em Buckingham, ao norte de Londres, avisaram a polícia depois de sentir um forte cheiro de componentes químicos na sopa, de cenoura com coentro. Ninguém ficou doente.

A polícia prendeu o funcionário, de 58 anos, em sua casa, sob suspeita de administrar veneno com intenção de causar danos a outras pessoas. Ele foi liberado por razões de saúde.

"Ninguém se machucou, mas as acusações são graves. Nossa investigação está ainda em um estágio inicial e as investigações forenses vão continuar", disse um porta-voz da polícia.

A escola, que tem 750 alunos com idades entre 13 e 18 anos, enviou um email para os pais informando sobre a prisão.

A grande maioria dos alunos frequenta a escola em regime de internato.

Entre os ex-alunos da escola, cuja anuidade custa cerca de 73 mil reais, está o famoso milionário britânico Richard Branson, dono do conglomerado de mídia, telecomunicações e transportes Virgin.

Notícias relacionadas