Grã-Bretanha

Grã-Bretanha: conservadores e liberais-democratas 'avançam' em negociações para coalizão

Entenda como é formado um governo em caso de Parlamento sem maioria clara

Membros dos partidos Conservador e Liberal Democrata na Grã-Bretanha voltaram a negociar nesta segunda-feira em Londres a formação de uma possível aliança de governo.

Um dos negociadores conservadores envolvidos nas negociações, William Hague, disse que os dois partidos "fizeram avanços" e que "as duas equipes de negociadores estão trabalhando bem juntas".

Hague disse que os líderes dos dois partidos, David Cameron (Conservadores), e Nick Clegg (Liberais democratas), tiveram uma conversa "produtiva e construtiva" por telefone e agora se reunirão com parlamentares de sua própria legenda para discutir a aliança.

É o terceiro dia de negociações entre os conservadores, que saíram das eleições da última quinta-feira com o maior número de cadeiras no Parlamento – mas ainda sem número suficiente para estabelecer um governo –, e os liberais-democratas, terceiros na disputa.

As duas siglas dedicaram horas no fim-de-semana às negociações para chegar a um acordo, preocupados sobretudo com o efeito da falta de definição sobre quem dirigirá o governo britânico sobre a reabertura dos mercados nesta segunda-feira.

Nesta segunda-feira, Clegg pediu paciência aos britânicos, afirmando que os dois partidos querem chegar a um acordo "o mais rápido possível", mas ressalvando que um entendimento deve "resistir ao teste do tempo".

"Aguentem um pouquinho mais e esperamos poder fazer um anúncio completo o mais rápido possível", disse Clegg.

Quatro dias depois da votação, ainda não se sabe quem será o primeiro-ministro do país na nova legislatura.

O atual premiê, Gordon Brown, a quem pela lei cabe o direito de tentar formar uma coalizão, disse que "respeita" o direito dos liberais-democratas de tentar negociar antes uma aliança com o Partido Conservador.



BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.