Traficantes fingiam-se de peregrinos, diz polícia italiana

Image caption A polícia disse que as freiras não sabiam das transações

A polícia italiana disse que traficantes disfarçavam-se de peregrinos e usavam um convento nas proximidades de Milão para distribuir cocaína.

Foram apreendidos 40 quilos de cocaína e o porteiro do covento, um sul-americano de origem não revelada, foi preso.

Além dele, outras 30 pessoas foram detidas, incluindo vários colombianos e membros de gangues que operam no crime organizado do sul do país, que controlariam o tráfico de drogas da América do Sul para a Europa.

A polícia disse que as freiras do convento na cidade de Piacenza não tinham ideia que o porteiro usasse o local para traficar.

A investigação da polícia durou três anos.

Notícias relacionadas