EUA prendem três em investigação sobre carro-bomba em NY

Faisal
Image caption Faisal disse ter agido sozinho mas o Talebã paquistanês assumiu o ataque

Agentes da polícia americana que investigam a tentativa frustrada de atentado com carro-bomba do início do mês em Nova York prenderam nesta quinta-feira três homens enquanto realizava buscas em três Estados do nordeste do país.

De acordo com o porta-voz do Departamento de Justiça Dean Boyd, os três foram detidos por violar as leis de imigração do país.

Na operação, a polícia vasculhou casas nos Estados de Nova York, Nova Jersey e Massachusetts.

O FBI (polícia federal americana) confirmou as prisões por meio de um comunicado.

"A busca é o produto de evidências coletadas na investigação subsequente à tentativa de bomba na Times Square e não tem relação com qualquer ameaça ao público ou plano contra os Estados Unidos", diz a nota.

Talebã

O secretário de Justiça dos Estados Unidos, Eric Holder, disse que informações obtidas durante o interrogatório de Faizal Shahzad levaram às detenções.

O americano de origem paquistanesa foi o único indiciado até agora pelo atentado frustrado com um carro-bomba em Times Square, um dos pontos mais movimentos de Nova York.

A polícia diz que ele vem cooperando com as investigações.

Shazad diz que agiu sozinho na tentativa de atentado em primeiro de maio, mas investigadores descobriram uma possível relação dele com o Talebã paquistanês e um grupo radical islâmico na região da Caxemira.

O Talebã paquistanês reivindicou responsabilidade pela tentativa fracassada. Se confirmada, seria a primeira ação do grupo em solo americano.

Notícias relacionadas