Esporte

Carlos Alberto Torres diz que futebol da seleção não é criativo

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Para Carlos Alberto Torres, o capitão da campanha do tricampeonato mundial no México em 70, não há novidade tática na seleção de Dunga, que para ele joga sem as características que consagraram o futebol brasileiro.

"Essa seleção não joga um futebol digno das maiores tradições do futebol brasileiro, um futebol de drible, de imaginação, de criatividade e improvisação."

Mas Carlos Alberto fez questão de ressaltar a dedicação aos treinos do grupo formado por Dunga. "A gente sente que a mentalidade desse grupo é diferente daquele da seleção de 2006. Se o grupo de 2006 tivesse se preaprado de forma mais séria o Brasil pdoeria até ter ganho a Copa."

O capitão do tri não vê ninguém na seleção atual que possa ser considerado uma revelação. Para ele o craque da Copa deve ser mesmo o argentino Lionel Messi.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.