Julio Baptista é favorito para a vaga de Kaká contra Portugal

Júlio Baptista durante treino nesta segunda-feira em Johanesburgo (foto: Reuters)
Image caption Julio Baptista marcou um dos gols na vitória por 7 a 1 contra o The Birds

Os jogadores da seleção brasileira não tiveram folga e voltaram a trabalhar nesta segunda-feira - um dia após a vitória da seleção sobre a Costa do Marfim que garantiu o Brasil nas oitavas-de-final da Copa do Mundo.

Os 11 atletas que começaram a partida contra a Costa do Marfim fizeram trabalhos de recuperação muscular no hotel. Já os reservas da seleção foram ao gramado da faculdade St. Stithians, o novo local de treinamento do Brasil.

O meia Julio Baptista foi um dos 12 reservas que participou nesta segunda-feira de um coletivo contra o The Birds, uma equipe amadora sub-19 que os reservas brasileiros já haviam enfrentado na semana passada.

O jogador é o mais provável substituto de Kaká no último jogo do Brasil na primeira fase da Copa, em Durban, contra Portugal. Kaká foi expulso e cumprirá suspensão na partida contra a equipe portuguesa, na sexta-feira.

Após o jogo contra a Coreia do Norte, na semana passada, o técnico Dunga havia sugerido dois substitutos para o lugar de Kaká, caso o meia não pudesse jogar. Um deles seria Julio Baptista. Com ele em campo, o Brasil manteria o mesmo esquema tático de quando Kaká está em campo.

Mesmo antes da expulsão de Kaká, Júlio Baptista já era cogitado para entrar no lugar do camisa 10 em algumas partidas, já que havia dúvidas sobre o ritmo de recuperação do meia.

A outra alternativa seria a colocação de Nilmar em campo, o que mudaria a formação tática do Brasil, que passaria a jogar com três atacantes. Esta formação foi usada no segundo tempo contra a Coreia do Norte e é uma alternativa de Dunga para partidas em que o Brasil tem dificuldades para vencer a marcação adversária.

Jogo-treino

Nesta segunda-feira, Julio Baptista foi autor de um dos gols na vitória por 7 a 1 de virada dos reservas brasileiros sobre o The Birds. No treino, Dunga escalou Júlio Baptista na mesma posição de Kaká, com Ramires ao seu lado fazendo a função que Elano desempenha entre os titulares. Ramires também marcou um dos gols dos reservas brasileiros.

Julio Baptista ainda não jogou com a camisa da seleção na Copa do Mundo. Nas duas partidas até agora, os substitutos que tiveram chances no time principal foram Nilmar, Ramires e Daniel Alves.

A última aparição de Julio Baptista na seleção brasileira foi no amistoso contra o Zimbábue, no dia 2 de junho, quando o meia jogou o segundo tempo justamente fazendo a função de Kaká. O jogador também atuou pouco pelo seu clube, a Roma, nesta temporada, onde é reserva de Francesco Totti.

"A vontade de jogar é muito grande. Eu tenho certeza que em algum momento o professor vai precisar e eu vou estar pronto para participar", disse Júlio Baptista na semana passada, dois dias antes da partida contra a Costa do Marfim. Júlio Baptista é um dos melhores amigos de Kaká na concentração.

"Respeito os outros jogadores que aqui estão, mas quero a minha oportunidade para mostrar o meu melhor."

A partida entre Brasil e Portugal na sexta-feira decidirá quem deve terminar em primeiro lugar no grupo G, com vantagem do empate para o Brasil.

Nesta segunda-feira, Portugal praticamente garantiu a vaga para as oitavas-de-final ao derrotar a Coreia do Norte por 7 a 0, a maior goleada da Copa do Mundo até agora. A equipe portuguesa só perde a vaga se perder seu último jogo para o Brasil e se a Costa do Marfim conseguir reverter, contra a Coreia do Norte, um saldo de nove gols em relação a Portugal.

O vencedor do grupo G enfrenta o segundo colocado no grupo H, que é formado por Espanha, Chile, Honduras e Suíça.

Notícias relacionadas