Duas pessoas morrem durante limpeza de vazamento de petróleo nos EUA

Vazamento na costa da Louisiana (arquivo)
Image caption Ainda não se sabe como as mortes na operação de limpeza ocorreram

Duas pessoas morreram na operação de limpeza do vazamento de petróleo no Golfo do México, de acordo com dados da Guarda Costeira dos Estados Unidos.

Em uma coletiva em Washington nesta quarta-feira, o chefe da Guarda Costeira dos Estados Unidos, almirante Thad Allen, confirmou as mortes e acrescentou que elas ocorreram em dois incidentes separados.

Segundo ele, um dos dois casos está sendo investigado pela polícia local.

Ainda não se sabe quando as duas mortes ocorreram e para qual companhia as duas vítimas trabalhavam.

As duas mortes se somam a outras 11 registradas após a explosão no dia 20 de abril da plataforma Deepwater Horizon, operada pela petroleira britânica BP no Golfo. O acidente deu origem ao vazamento.

Leia mais: Governo dos EUA promete proibir exploração de petróleo no Golfo

Colisão submarina

Também nesta quarta-feira, centenas de milhares de litros de petróleo a mais passaram a poluir o Golfo do México do depois de um acidente submarino perto do local do vazamento.

Allen revelou que um robô submarino colidiu com a cápsula colocada pela BP para capturar parte do petróleo que está vazando. Por causa disso, a cápsula teve que ser removida.

Esta cápsula é um dos principais instrumentos da companhia petroleira para conter o vazamento e agora está sendo examinada por engenheiros.

A previsão é de que ela volte a funcionar apenas na quinta-feira.

Notícias relacionadas